Últimas postagens

Beastars S2 OP - Kaibutsu

abril 05, 2021

Olá!!
O TCC está quase acabando, prometo! Mas enquanto não acaba, passei aqui rapidinho para trazer a tradução da abertura de um anime que acabei de ver, a segunda temporada de Beastars. Essa temporada foi bem legal e teve mais ação no geral, apesar de no final ter tido coisas que não gostei tanto. Mas as músicas pela banda Yoasobi ficaram ótimas! Deu pra ver que foram pensadas especialmente para o anime, o que é muito legal. A letra da abertura traduz bem os conflitos do protagonista Legosi.

怪物
Kaibutsu
(Monstro)
Artista: Yoasobi
Ano: 2021

12º dia - Cultura e Luzes em Hong Kong

janeiro 23, 2021

Olá!!
Primeiramente, desculpem o sumiço. Eu passei os últimos meses escrevendo a parte 1 do meu TCC, por isso não tinha vontade de escrever mais nada... A parte 2 vai começar nos próximos dias, então pra não ficar um ano inteiro sem postar resolvi aparecer rapidinho e escrever um pouco!

Este é o 12º dia da viagem à China que eu e meu irmão realizamos no final de 2018. E foi também nosso 2º dia em Hong Kong, uma região administrativa especial da China. Nesse dia fomos em um pouco de tudo, templo, museu, parque, shoppings e por fim vimos um show de luzes na baía de Hong Kong.

11º dia - Véspera de Natal em Hong Kong

agosto 30, 2020

Olá!!
Este é o 11º dia da viagem que eu e meu irmão realizamos à China no final de 2018. Nesse dia, nós saímos da China! Sim, porque apesar de Hong Kong ser uma Região Administrativa Especial da China, ela tem um governo próprio, moeda própria e alto nível de autonomia, por isso, nós tivemos até nossos passaportes carimbados pra sair da China e entrar em Hong Kong. Tudo isso na véspera de Natal! Vem ver como foi!

24 de dezembro, segunda-feira

Saindo de Shenzhen

Tomamos nosso último café da manhã no hotel de Shenzhen, fizemos o check-out e fomos para estação de metrô. Antes de pegar o metrô para ir para a estação de trem, nós tivemos um pequeno estresse porque eu, que estava encarregada de cuidar dos nossos vários tickets de trem comprados com antecedência, não estava conseguindo encontrar os tickets para Hong Kong. Nós então voltamos para o hotel para ver se não tínhamos esquecido lá. Eles foram super atenciosos com a gente mas no fim não encontramos nada, até que eu dei mais uma revirada na minha mala e encontrei os tickets em um bolso mais separadinho dos outros já que usaríamos nesse dia. Foi só um susto mesmo!

Última olhadinha na vista do hotel

Fomos então para a Estação de Futian, passamos por uma espécie de alfandega, carimbamos nossos passaportes e entramos num trem super moderno para Hong Kong. Era engraçado que como tem todos aqueles procedimentos parecidos com de aeroporto parece que vai ser uma viagem muito longa, mas ela não durou mais de 15 minutos. Rápido assim já estávamos em Hong Kong.

Chegando em Hong Kong

Chegamos na estação de Hong Kong West Kowloon, preenchemos um formulário e ao invés de carimbo no passaporte recebemos apenas um papelzinho que dizia até quando nossa visita era permitida a partir do nosso visto chinês. Trocamos um pouco de dinheiro na estação e pegamos metrô para ir para o Metroplace Boutique Hotel. Como em Hong Kong o metro quadrado é muito caro, nosso quarto de hotel era beem pequeno mesmo. O menor que ficamos na China. Tinha só espaço pra cama, uma bancada com frigobar, o banheiro e o espaço pra circular. Mas para os dias que ficaríamos em Hong Kong era suficiente.

Nosso quarto de hotel

Museu da Herança Cultural de Hong Kong

Começamos pegando o metrô para o Museu de Herança Cultural de Hong Kong. Esse museu era um pouco mais afastado do centro, mas foi muito legal pra conhecer um pouco mais da cultura de Hong Kong e de produções que vieram de lá. Logo na entrada tinha uma estátua bem bonita do Bruce Lee, que foi um importante astro de filmes de kung fu. Entrando no museu, tinha parte sobre livros, sobre animações, sobre programas de TV, sobre ópera e sobre arte de Hong Kong. Nós até ficamos um tempinho assistindo os vídeos de ópera, de tão interessante que estava. Saindo de lá, nós almoçamos num shopping ali perto e fomos pra próxima atração do dia.

Metrô em Hong Kong
Estátua do Bruce Lee
Biombo com arte de um romance do escritor Jin Yong
Bonecos com roupas da ópera de Hong Kong

Templo Wong Tai Sin

Pegamos o metrô e fomos no nosso primeiro templo em Hong Kong, um templo taoista dedicado ao deus Wong Tai Sin. Estava bem movimentado, mas valeu à pena porque era muito bonito lá. Tinha várias lanternas de papel, pavilhões coloridos, muitos ornamentos e até um lago com pontes e quiosques. Mas a minha parte favorita do templo era uma área com estátuas dos 12 signos do zodíaco chinês. Talvez pra algumas pessoas elas pareçam meio estranhas porque eles tinham corpo de gente e cabeça de animal, mas eu achei muito legal (e os chineses também achavam porque tinha fila pra tirar foto com alguns). 

Entrada do templo
Templo Wong Tai Sin
Pavilhões do templo
Ponte passando pelo lago
Lago do templo
Estátuas dos animais do zodíaco chinês

Jardim Nan Lian

Nossa próxima parada era o Jardim Nan Lian, que era ali perto. Esse jardim tinha uma paisagem tão bonita, mas tão bonita, que parecia até meio fake. Mesmo com o dia nublado de inverno, o pavilhão dourado no centro do jardim brilhava. As árvores também eram bem cuidadinhas e aparadas, parecia um jardim em miniatura só que em tamanho real, muito bonito mesmo. 

Entrada do jardim
Jardim Nan Lian
Pavilhão dourado do jardim Nan Lian

Atrás do jardim, subindo uma escadaria, ficava o convento Chi Lin, que era tão majestoso que dava até pra esquecer que a gente ainda estava dentro da cidade. Além dos pavilhões largos, ele tinha uns bonsais com umas flores tão bonitas que parecia de mentira. Enfim, era um lugar muito bonito pra se visitar. Não sei explicar bem, mas tinha uma sensação diferente dos outros templos e jardins que visitamos pela China.
Entrada do convento
Convento Chi Lin
Bonsai florido

Shopping Harbour City

Começando a anoitecer, fomos para uma parte mais movimentada de Hong Kong, perto da costa, onde tinha muitos shoppings, pra curtir a nossa véspera de Natal. O que a gente não tinha noção é do quanto aquelas ruas podiam ficar lotadas! Era um aglomerado de gente tão grande que a gente demorou um tempão pra conseguir entrar no Shopping Harbour City, mesmo tendo descido numa estação do lado dele. E quando entramos, ele também estava lotado de gente, tinha fila de espera em praticamente todos os restaurantes e nós já estávamos morrendo de fome, então nossa "ceia de natal" acabou sendo frango frito no KFC. Realmente, eu reconheço que não foi uma boa ideia passar a véspera de natal em um lugar tão movimentado quanto Hong Kong e não recomendo pra ninguém. Mas serviu de lição e pelo menos a vista era bonita. 

Nossa "ceia de natal"
Vista do shopping Harbour City

No próximo dia, continuaremos a explorar Hong Kong! Até!

Corpse Party OP - Hoshikuzu no Ring

agosto 23, 2020

Olá!
Hoje eu trago a tradução da abertura de um anime que eu não assisti, mas me pediram pra traduzir! É a abertura do anime Corpse Party! Eu gostei bastante, tanto do ritmo quanto da letra. A parte do início que parece um coral em outra língua não tive como traduzir porque não encontrei a letra dessa parte, mas a parte em japonês é bem poética também. Se você também tem alguma música que gostaria de ver a tradução, vá em pedidos!

星屑のリング
Hoshikuzu no Ring
(Anel de Poeira Estelar)
Artista: Imai Asami
Ano: 2013

Fruits Basket s2 OP 2 - Home

agosto 11, 2020

Olá!!
Hoje é um dia muito especial pra mim porque eu e meu namorado estamos completando 6 anos de namoro! Pra comemorar, eu escolhi trazer essa abertura super romântica da segunda temporada do remake de Fruits Basket. Eu achei que essa música combina muito com os personagens principais e também combina com esse momento de quarentena que estamos passando em que não é possível encontrar algumas das pessoas que nós amamos.

Home
(Lar)
Artista: Toki Asako
Ano: 2020

10º dia - Toda a China dentro de Shenzhen

julho 30, 2020
Olá!~
Esse é o 10º dia viagem à China que eu e meu irmão realizamos no final de 2018. Nesse dia continuamos visitando a cidade de Shenzhen. Fomos em outro parque temático e mais uma vez no distrito tecnológico de Huaqiangbei.

23 de Dezembro, Domingo

Splendid China

O nome completo nosso hotel em Shenzhen era City Inn Splendid China Branch. Isso porque ele ficava bem na frente de um parque temático chamado Splendid China. Nesse dia, nós íamos visitar esse parque. Mas primeiro, fomos tomar nosso café da manhã, incluso na estadia do hotel. O restaurante ficava na cobertura e de lá dava pra ver bem a entrada do parque. Também tinha bastante variedade de comida, desde sopas, bolinhos e massas chinesas até pães e croissants - o que não é tão comum de encontrar em hotéis chineses. Comemos bastante e então fomos para o parque.

Nosso café da manhã
Vista da nossa mesa para o parque


O parque era dividido em duas partes: a China Folk Culture Village, que mostra a cultura dos vários grupos étnicos presentes na China, e o Splendid China Miniature Park, que reúne miniaturas de atrações turísticas de toda a China. Nós começamos pelo primeiro. Várias das etnias tinham pequenas apresentações que aconteciam em diferentes horários e o parque também tinha 3 shows maiores ao longo do dia. Nós escolhemos assistir o show chamado "A Lenda do Deserto", que era o que começava mais cedo, às 15h. Andamos um pouco pelo parque enquanto não estava no horário e cerca de 1h antes compramos nossos ingressos e nos dirigimos pra fila, que estava bem grande. O espetáculo era bem impressionante com guerreiros lutando montados em cavalos e explosões. Eu gravei uma parte do show e vou deixar aqui para vocês conferirem.


Um dos exércitos
Batalha entre exércitos
O povo assistindo a batalha
Final da apresentação

Depois do show, andamos mais um pouquinho, vimos alguns prédios característicos de certas etnias, mas não conseguimos ver mais nenhuma apresentação porque elas ainda iam demorar para começar. Fomos então almoçar (ou fazer um lanche, pelo horário) e escolhemos só dividir um prato de macarrão chinês, já que as comidas dentro de parques são caras. Satisfeitos, nos dirigimos para a parte do parque que tinha as miniaturas. 

Monastério tibetano
Nosso almoço/lanche

Essa parte das miniaturas era muito legal, eu poderia ficar o dia inteiro só ali. Sentimos que as miniaturas desse parque eram bem mais bonitas e detalhadas do que as vimos no dia anterior. Foi legal também que vimos vários lugares que já tínhamos visitado e lugares que ainda visitaríamos ao longo da viagem, além é claro de lugares que não tivemos a oportunidade de conhecer nessa viagem. Se você não tiver como zanzar por várias partes da China, recomendo este parque. Tem tudo em um só lugar. Infelizmente, lá pelas 17h começou a chuviscar e foi ficando cada vez mais forte. Como o parque era ao ar livre, não tinha como continuar ali, então tivemos que voltar mais cedo. Ainda bem que já estávamos no final das miniaturas, então não perdemos muita coisa.

Grutas Mogao
Palácio Potala
Muralha da China (visitaremos no 27º dia)
Vilarejo na província de Shaanxi
A Cidade Proibida (visitaremos no 29º dia)
O Palácio de Verão (visitaremos no 32º dia)
O Templo do Céu (visitaremos no 30º dia)
Mausoléu do Sun Yat Sen (visitamos no 7º dia)
Vilarejo na província de Zhejiang
Pavilhão Tengwang
Torre da Garça Amarela (visitaremos no 14º dia)
Torre Yueyang
Templo da Montanha Hengshan
Vilarejo na província de Guizhou

Compras em Huaqiangbei

Aproveitamos que ainda era cedo e fomos mais uma vez em Huaqiangbei, o bairro famoso por vender vários produtos de tecnologia. Dessa vez pegamos mais lojas abertas e fizemos umas comprinhas. As lojas estavam bem movimentadas, e os vendedores tentavam chamar atenção de várias formas. Eu aproveitei pra garantir o presente pro meu namorado, uma nova placa de vídeo pro computador dele. Depois das compras, voltamos pro hotel cedo porque no dia seguinte iríamos sair da China!

Huaqiangbei
Huaqiangbei

Aonde será que nós vamos? Descubra na próxima postagem. Até!
 
Copyright © Armazém Otome. Designed by OddThemes