O Café dos Mordomos: Swallowtail Butler Cafe

Olá!~
No último post sobre a minha viagem ao Japão, eu esqueci de falar sobre um lugar muito legal que eu visitei naquele dia (6 de Janeiro): o Swallowtail Butler Cafe, uma cafeteria onde você é servida por mordomos e tratada como uma princesa! 

Como eu fui esquecer de falar disso?! Acontece que pra falar de cada dia da viagem eu me guio pelas fotos que tirei no dia e como no Swallowtail é proibido tirar fotos, eu tinha esquecido que tinha acontecido naquele dia. Mas aproveitando então, eu resolvi fazer um post pra falar exclusivamente sobre a minha experiência nessa cafeteria, que foi maravilhosa, e trazer também algumas fotos e vídeos da internet (já que eu não podia tirar fotos). 

Mordomos do Swallowtail Butler Cafe

O Swallowtail Butler Cafe, localizado no bairro de Ikebukuro, na Otome Road, é o primeiro butler cafe do Japão, criado em 2006. Mas o que seria um butler cafe? São restaurantes similares aos maid cafes, em que as funcionárias se vestem de empregadas e tratam os clientes como mestres que acabaram de chegar em suas mansões, mas, ao invés de empregadas, nos butler cafes temos mordomos. E especialmente no Swallowtail eles são muito bem treinados para terem toda aquela pose e educação de mordomos da era vitoriana e te tratar como uma verdadeira princesa!

O restaurante fica no subsolo do prédio da K-BOOKS Doujin

Para ir lá, é preciso marcar hora com antecedência no próprio local ou pelo site oficial e eles até tem uma explicação em inglês no site de como reservar um horário. Cada horário tem duração de 90min. Eu reservei pelo site mesmo, cerca de uma ou duas semanas antes e estava muito ansiosa pra esse dia!

Entrada e tabela com horários

O dia chegou, meu irmão me deixou lá e marcamos de nos encontrar depois. É preciso chegar pelo menos 10min antes, um mordomo confere a sua reserva e você fica esperando em uma sala até chegar seu horário e chamarem. Eu estava suuuper nervosa esperando e finalmente chegou minha hora! Um mordomo abriu a "porta da mansão" e fui recebida com o clássico "Okaerinasaimase, Ojou-sama" (bem-vinda de volta, milady) e um sorriso muito cordial. Entrei no corredor com tapete vermelho e um mordomo me ajudou a tirar meu casaco e meu cachecol e os guardou e outro mordomo segurou minha bolsa e me acompanhou até minha mesa.

Porta da "mansão"

Como o restaurante fica no subsolo de um prédio, a fachada não é muito chamativa, mas ao entrar lá, parece realmente que você foi teletransportado pra era vitoriana! É tudo muito bonito e refinado, eles dão atenção a cada detalhe da decoração! Chegando no salão principal todos os mordomos te cumprimentam e ao chegar na minha mesa o mordomo que me acompanhou colocou minha bolsa ao meu lado e uma toalhinha no meu colo. A mesa que eu fiquei era bem legal, porque era tipo um sofá encostado na parede com umas cortinas, então eu conseguia olhar a paisagem sem chamar muita atenção e quem estivesse fora não conseguiria me ver muito bem também.

Salão principal
Local onde sentei

Tinha mordomos de todos os tipos atendendo as mesas, alguns eu já tinha visto em vídeos ou fotos pela internet e quando fui na Comiket também. O nome do mordomo que me atendeu era Kageyama, ele tinha o cabelo preto e curto e aparentava estar na casa dos 30 anos e não devia ser dos mais famosos, porque não encontrei fotos dele na internet. Ele estava bem nervoso, provavelmente por eu ser estrangeira, mas eu disse que preferia que ele falasse em japonês e acho que isso o deixou mais aliviado. Ele trouxe o menu e me explicou as regras do restaurante e os pratos do menu. Eu pedi um chá da tarde chamado Anna Maria, que vinha com um chá e três pratos. O meu primeiro prato foi um quiche, o segundo foi um scone e o último foi uma sobremesa. Cada vez que eu quisesse ir pro próximo prato ou quisesse mais uma xícara de chá eu devia tocar um sininho para o meu mordomo vir me servir. Estava tudo muito muito gostoso, fiquei muito satisfeita.

Salão principal
Chá da Tarde Anna Maria
Coleção de Xícaras de Chá

Tinha um mordomo muito bonito que servia água para todo mundo, mas eu não tinha um copo de água ainda (no Japão é muito comum você receber um copo de água ou até de chá como cortesia assim que entra em um restaurante) e via que todo mundo tinha, então chamei meu mordomo com o sininho e quando eu disse que queria água ele ficou muito envergonhado e pediu desculpas porque tinha esquecido de me trazer. Outra situação engraçada foi eu tentando comer um scone, até pedi pro Kageyama me explicar uma segunda vez como se comia aquilo. Tinha que partir ao meio com a mão pra só então passar a geleia e quando eu fui tentar o scone se esfarelou um monte e a toalhinha no meu colo ficou cheia de migalhas!

Scones

Quando estava mais perto da hora de ir embora meu mordomo perguntou se eu não gostaria de ir no toalete, então eu aproveitei e ele me acompanhou até a porta de um hall onde ficava o banheiro, que como tudo lá, também era muito chique. Só que quando eu saí do banheiro e fui parar de novo naquele hall eu não sabia mais qual era a porta do salão principal, tentei abrir duas portas antes de acertar, me senti muito perdida. Quando eu saí pela porta fiquei esperando até vir um mordomo me buscar e veio um senhorzinho muito simpático e me levou de volta até a minha mesa.

Senhorzinho simpático (o segundo da esquerda para a direita)

Perto do horário de ir embora também recebi um cartãozinho de cliente e na hora de pagar a conta eu já estava esperando uma taxa de serviço ou algo assim, depois de um tratamento tão bom, num lugar tão bonito e como uma comida tão gostosa, eu pagaria com prazer, mas paguei exatamente o preço do prato que eu pedi e nada mais. Quando chegou a hora de ir embora, meu mordomo Kageyama e o senhorzinho simpático me acompanharam e me ajudaram a colocar meu casaco e os outros mordomos se despediram de longe. Saí de lá muito feliz e satisfeita. Eles eram extremamente educados e sempre calmos e sorridentes, não parecia aquela coisa forçada de maid cafe. Se eu pudesse, iria todo o mês, com certeza. Vou deixar um vídeo aqui para mostrar um pouco mais de como é a experiência.


Alguns mordomos até cantam, inclusive:


Esse foi o meu fim de tarde em um butler cafe! No fim foi bom eu ter esquecido de falar sobre isso no último post, porque com um post separado pude dar bem mais detalhes. Você gostaria de ir em um lugar assim? Comente. :3
Até logo!~

2 comentários:

  1. OMG, parece um sonho.
    Que experiencia incrível, eu queria que alguém fizesse algo assim por aqui no Brasil, oh bem eu acho que daria certo, imagino que eu mesmo viajaria para ir em um.
    Que legal que você fez uma postagem só falando disso. Amei, até vejo videos de casais que moram no Japão falando das coisas de lá, mas eu me sinto mais confortável lendo.
    Cheguei a ouvir a voz do mordomo na saudação.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Foi incrível mesmo! Se tivesse um lugar assim por aqui eu com certeza iria! O serviço deles é fantástico!
      Pior que eu não pretendia antes, mas acabou ficando bem melhor uma postagem separada, porque eu tinha muita coisa pra falar sobre isso. :3
      Que bom que gostou! <3
      Beijos~

      Excluir

Tecnologia do Blogger.