25º dia - Asakusa, Ryogoku e a antiga Tokyo

Olá!~
Esse é 25º dia da viagem ao Japão que eu e meu irmão realizamos no início desse ano! Nesse dia nós fomos em dois bairros tradicionais na época em que Tokyo ainda se chamava Edo. Fomos primeiro em Asakusa, onde fica o templo mais famoso da cidade, o Sensoji, e depois nós caminhamos até o bairro Ryogoku para ir no museu Edo-Tokyo.

3 de Janeiro de 2017, Terça-feira

Templo Sensoji

Começamos o dia no templo budista Sensoji, que foi construído no ano de 645, sendo o templo mais antigo de Tokyo. É um dos templos mais populares da cidade e famoso pelo portão Kaminarimon, que se tornou símbolo do templo e da própria Tokyo. Ao longo do caminho do portão até o templo tem uma rua só para pedestres, chamada Nakamise, e nela há várias lojinhas com artesanatos, lembrancinhas e produtos tradicionais. 

Portão Kaminarimon
Outro lado do portão Kaminarimon
Lojinhas na rua Nakamise

Como nós chegamos cedo, a maioria das lojas ainda estavam fechadas, então fomos primeiro passear pelo templo e seus arredores. Por estarmos no terceiro dia do ano, estava bastante movimentado e haviam filas para rezar tanto no templo Sensoji como no santuário de Asakusa, que ficava ao lado.

Portão Hozomon
Templo Sensoji
Detalhes das laterais do templo sensoji
Santuário de Asakusa
Jardim entre os templos
Templo Yogodo

Aos poucos as lojas foram abrindo e nós fomos olhando uma por uma. Tinha muitas coisas legais e baratas e nós aproveitamos pra comprar algumas das lembrancinhas para familiares e amigos. Depois de olhar as lojas, nosso almoço foi nas barraquinhas de comida espalhadas ao redor do templo. 

Barraquinhas de comida

Museu Edo-Tokyo 

Saindo de Asakusa, nós seguimos para Ryogoku. No caminho, passamos pelo característico prédio da cerveja Asahi e pela torre Tokyo Skytree, a mais alta estrutura no Japão! Só não fomos nos observatórios da torre porque já tínhamos ido na Torre de Tokyo e porque era bem caro, então tiramos fotos de longe apenas. O caminho foi bem longo, mas íamos conversando e admirando a vista, então foi divertido.  

Prédio da Cerveja Asahi e Torre Tokyo Skytree

Ryogoku é conhecido por ser o coração do sumô profissional e, ao lado do Museu Edo-Tokyo onde nós íamos, ficava o estádio de sumô Kokugikan, onde acontecem três dos seis torneios anuais de sumô do Japão, então nós demos uma passadinha ali primeiro. Infelizmente, o estádio estava fechado para visitação, então só conseguimos olhar por entre as grades as pinturas nas paredes externas do prédio, o que eu achei uma pena, porque a minha mãe gosta de sumô e eu queria levar alguma lembrancinha de lá pra ela...

Estádio de Sumô Kokugikan
Pinturas nas paredes externas do estádio

Fomos direto então para o museu Edo-Tokyo, e lá, estava tendo um exposição especial sobre o período Sengoku (que eu tenho me interessado cada vez mais), com pinturas, manuscritos, esculturas, utensílios, vestimentas e espadas da época, incluindo três espadas presentes no jogo Touken Ranbu (Gokotai, Souza e Higekiri). Foi muito legal a exposição e também estava bem movimentada, algumas partes, como a das espadas, tinham até fila. No final da exposição eu comprei uma bolsinha da espada Gokotai.

Museu Edo-Tokyo (foto da internet)
Cartaz da exposição e bolsinha que comprei

Saindo do museu, ainda não era muito tarde, então fomos mais um pouquinho no bairro de Akihabara. Eu não tenho registro nenhum da nossa ida lá nesse dia (e nós fomos muitos dias em Akiba), então, por conta disso, não sei exatamente em que lojas nós fomos, mas sei que nossa janta foi no Burger King. Eu comi um "teriyaki lettuce burger", um hambúrguer com alface, maionese e carne com molho teriyaki e não estava ruim, mas eu esperava mais. Terminar um dia todo tradicional com hambúrguer dá nisso...

Meu lanche no Burger King

Esse foi dia de Asakusa e Ryogoku! Não fomos a muitos lugares nesse dia e ficamos bastante tempo em cada lugar, por isso esse post talvez tenha ficado um pouco mais curto. 
No próximo dia tem o Museu Nacional de Tokyo!

Nenhum comentário

Tecnologia do Blogger.