Pesquisar este blog

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Dia 0 - Passando por Frankfurt

Olá!!
Esse é o primeiro post do meu diário de viagem na China! Mas se é China, por que Frankfurt no título?
É que nesse "dia 0" eu vou falar como foi o caminho de ida até a China, no qual nós fizemos uma longa parada em Frankfurt, na Alemanha!


12 de Dezembro de 2018, quarta-feira

Do Brasil à Alemanha

O meu semestre foi tão conturbado que, no dia anterior à viagem, meia noite, eu estava fazendo trabalho ajudando meu grupo, que se apresentaria no dia seguinte sem mim. Apesar da correria, consegui ajeitar as malas e me organizar. Pela manhã, nossos pais levaram eu e meu irmão ao aeroporto de nossa cidade pra pegarmos um avião até o aeroporto internacional de Guarulhos, em São Paulo.

Malas prontas
Indo pra São Paulo

Foi uma viagem rápida e tranquila, mas eu já estava desacostumada a andar de avião, porque a última vez foi dois anos atrás, na viagem ao Japão. Chegamos em Guarulhos por volta das 13h, almoçamos no aeroporto, despachamos nossa bagagem e esperamos. Às 19h nosso avião, novamente da empresa Lufthansa, partiu para Frankfurt. Mais um voo tranquilo, apesar de longo. Tivemos uma janta e um café da manhã e foram cerca de 12h até nosso destino.

Esperando pra entrar no avião
Janta do avião

13 de Dezembro, quinta-feira

Mercado de Natal em Frankfurt

Chegamos no aeroporto por volta das 10h da manhã e tínhamos 9h de espera até nosso próximo voo. Por isso, fomos conhecer um dos principais pontos turísticos da cidade, a praça Römerberg, onde nessa época do ano acontece um dos mais antigos e maiores mercados de Natal da Alemanha. Nós pegamos metrô do aeroporto até a estação de Hauptbahnhof no centro da cidade. De lá, caminhamos até a praça, passando por vários prédios lindos.

Estação de Hauptbahnhof
Rua Kaiserstraße
Prédio na rua Kaiserstraße
Prédio do Commerzbank
Escultura do símbolo do euro
Cartório de Registro Civil

Depois de andar bastante sem ter muita certeza se ainda estávamos no caminho certo, encontramos a praça! E era impressionante, parecia que do nada fomos transportados para um lugar de contos de fadas! Eram várias barraquinhas cheias de cores e luzes em meio a casinhas antigas, uma igreja, uma enorme árvore de Natal, e até um carrossel! Era muito lindo.

Chegando em Römerberg
Römerberg
Fonte da Justiça e Igreja de São Nicolau
Árvore de Natal e carrossel

Como não tínhamos almoçado ainda, fomos procurar algo pra comer. O cheiro de uma barraquinha especial nos chamou atenção. Ela vendia kartoffelpuffer, uma espécie de panqueca feita com batata e temperos. Nós resolvemos entrar na fila pra comprar. Era legal que dava pra ver os cozinheiros preparando as panquecas na chapa enquanto esperávamos. Era bem gostoso, mas também super gorduroso.

Barraquinha de kartoffelpuffer
Moça preparando as panquecas


Enquanto comíamos, fomos olhando as barraquinhas em volta. As que não eram de comida e bebida, vendiam decorações de Natal de todos os tipos. As que eu achei mais fofas eram umas casinhas em miniatura. Pena que eram muito grandes e frágeis para levar na bagagem de mão. Nós passamos por várias lojas e em uma delas compramos de lembrancinha miniaturas do prédio Römer, que dá nome à praça e abriga a prefeitura da cidade.

Casinhas em miniatura
Lojinhas
Lojinhas
Lojinhas e prédio Römer ao fundo
Prédio Römer

Lá pelas 15h já estava ventando super forte e minhas mãos, sem luvas, já estavam congelando. Estava muito frio! Resolvemos ir voltando devagarinho então e olhando mais lojinhas no caminho. Voltamos pro aeroporto quentinho com bastante tempo de folga e ficamos esperando nosso próximo voo bem felizes com essa experiência natalina.

No próximo post começa o Diário de Viagem na China de fato. Até lá!~

Nenhum comentário:

Postar um comentário