10º dia - Nagasaki: Japão, China e Europa num só lugar

Olá!~
Este é 10º dia da viagem que eu e meu irmão realizamos no final do ano passado ao Japão. Neste dia fomos na cidade portuária de Nagasaki e este é um dos meus dias favoritos, porque essa cidade era muito bonita e nas suas paisagens era possível ver uma mistura de Japão, China e países europeus, por ter sido a porta do Japão para o mundo durante muitos anos.

19 de Dezembro de 2016, Segunda-feira


Parque da Paz 

Saímos do hotel em Fukuoka antes de amanhecer e pegamos um trem para Nagasaki, uma cidade na ponta sudoeste do Japão que era apenas um vilarejo de pescadores até ser encontrada por navegadores portugueses, que criaram um centro comercial na cidade que, durante muitos anos, serviu como porta para vários países estrangeiros. Mas Nagasaki ficou mundialmente conhecida mesmo em 1945, quando sofreu um ataque com bomba atômica, lançada pelos Estados Unidos, no final da Segunda Guerra.

Dragão na Estação de Nagasaki
  
O primeiro lugar que nós fomos foi o Parque da Paz, construído em 1955, próximo ao epicentro da bomba. Pra chegar no parque, tínhamos que subir uma longa escadaria cheia de flores e, no caminho, encontramos até um gatinho. Depois de fazer um carinho nele, subimos a escadaria e encontramos a Fonte da Paz, construída como uma prece às vítimas que morreram em procura por água. Com sua água que jorrava pra cima, no dia ensolarado que fazia, formava um belo arco-íris. 

Escadaria do Parque da Paz
Gatinho
Fonte da Paz
Arco-íris na Fonte da Paz

Passando a fonte, ficava a parte mais chamava atenção no parque, uma estátua com cerca de 10 metros de altura, cheia de simbolismo, a Estátua da Paz. A mão direita da estátua aponta para cima lembrando da ameaça das armas nucleares e a mão esquerda estendida simboliza a paz. A face calma representa graça divina e os olhos semicerrados oferecem uma oração às almas das vítimas. A perna direita dobrada significa meditação e a esquerda estendida indica a iniciativa de se levantar e salvar as pessoas. Além dessa estátua, havia várias outras espalhadas pelo parque, todas doações de outros países.

Estátua da Paz, construída pelo escultor de Nagasaki, Kitamura Seibo
Dama da Paz, doação da China
Monumento da Paz, doação do Brasil
Constelação Terra, doação dos Estados Unidos


Templo Confúcio e Restaurante Shikairo

Depois do parque, pegamos um bonde para o Templo Confúcio, que foi construído por residentes chineses em 1893, dedicado aos ensinamentos do filósofo Confúcio. Com a bomba, o templo ficou bem danificado e teve que ser restaurado anos depois. Dá pra perceber uma grande diferença em relação a arquitetura dos templos japoneses. Não sei explicar muito bem, mas é bem mais colorido e parece ser mais ornamentado também.

Bonde
Templo Confúcio
Templo Confúcio
Dragões chineses nas paredes do Templo Confúcio

Na frente do templo tinha um lago com carpas e uma ponte e passando pelo portão principal, havia 72 estátuas dos seguidores de Confúcio. Atrás do templo havia ainda um museu de história da China, que contava com esculturas, tecidos, relíquias e invenções chinesas. Dentro do museu era proibido tirar fotos.

Ponte e lago com carpas
Carpas no lago
Portão principal
Estátuas dos seguidores de Confúcio
Estátuas dos seguidores de Confúcio
Museu de História da China

Saímos de lá já com fome e fomos comer champon, um ramen típico de Nagasaki. E pra experiência ser melhor ainda, fomos no restaurante que criou esse prato, o Shikairo. Ainda na Era Meiji, em 1899 o dono do restaurante teve a ideia de misturar as culinárias japonesa e chinesa para criar uma sopa nutritiva, com ramen, porco, vegetais e frutos do mar, para os estudantes chineses que vinham para Nagasaki.

Restaurante Shikairo

Chegamos lá e tivemos que colocar o nosso nome na lista de espera e ficar um bom tempo esperando. Mas valeu à pena! Ficamos numa mesa com vista para o mar e logo chegaram nossos champon. Olhando pela primeira vez, parece só uma sopa bagunçada com uns tentáculos de polvo tentando fugir e eu estava até com certo receio, mas depois de provar, vi que era muito gostoso mesmo e posso dizer que foi uma das comidas mais gostosas que comi no Japão!

Champon
Vista do lugar onde estávamos


Glover Garden e Chinatown 

Agora bem alimentados, fomos ter nossa experiência europeia em Nagasaki. Caminhamos por uma lomba (que se não fosse pelas placas em japonês, não pareceria no Japão) e chegamos até o Glover Garden, um museu a céu aberto com as casas dos antigos residentes europeus de Nagasaki. O lugar ficava num morro, proporcionando uma vista muito bonita da cidade. 

Caminho para o Glover Garden
Entrada do Glover Garden
Antiga casa Glover
Glover Garden

Numa das casas, era possível alugar um vestido por meia hora e eu estava muito ansiosa pra isso! Escolhi meu vestido e saí a passear pelas casas e jardins enquanto meu irmão tirava fotos minhas. O tempo passou muito rápido, mas foi divertido e eu nunca tinha usado um vestido tão bonito. Depois de devolvê-lo, ainda demos mais umas voltas e depois descemos a lomba.

Antiga casa do presidente do tribunal distrital de Nagasaki (casa que alugava os vestidos)
O vestido que escolhi
Casa Doca (onde tripulações podiam descansar enquanto os navios estavam no estaleiro para reparos)
Sacada da Casa Doca
Vista da sacada
Escritório na Casa Doca
Janela do Escritório
Vista do Glover Garden
Sala da casa que alugava vestidos

Voltando à parte chinesa da cidade, fomos até área conhecida como Shinchi Chinatown, a mais antiga Chinatown do Japão, onde se encontram várias lojas e restaurantes criados por residentes chineses. Como já estávamos cansados, só caminhamos pelas ruas e tiramos fotos. Voltamos pra estação cedo, porque seria uma looonga viagem até voltar para Osaka.

Shinchi Chinatown
Shinchi Chinatown
Shinchi Chinatown

Esse foi o dia de Nagasaki, como eu disse anteriormente, um dos meus dias favoritos. Achei incrível que mesmo com a bomba atômica, que destruiu tanta coisa, a cidade conseguiu se reerguer e hoje tem paisagens tão bonitas. 
O próximo dia terá a ilha Miyajima e a cidade de Hiroshima, outra cidade que foi também atingida por uma bomba atômica. Aguardem.~
 

4 comentários:

  1. Eu lembro dessa foto das carpas.
    Nossa quanta coisa linda, Amei seu vestido.
    Quem diria que teria um pedacinho de cada pais ai no Japão, incrível não esperava por isso.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que bom que gostou! <3
      Sim, eu amo essa mistura da cultura japonesa com outras culturas, é muito legal de ver! :3
      Bjs

      Excluir
  2. Meo Deeeus, uma foto mais linda que a outra ;____; eu não aguento
    Quando eu tiver que indicar algum blog ou posts em alguma tag ou algo assim vou indicar esses seus posts de viagem pq estão maravilhosos <3
    QUE ESCULTURAS LIIIIINDAAAS *e esse homem da estatua da paz é bem gatinho -q
    Essa doação do Brasil tá liiinda tbm *o* Isso aew Brasil, fazendo bonito na fita u--u
    Além disso esse seu vestido é liindo *o*

    shyandbrave.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada!! Fico feliz que tenha gostado <3
      Eu não achei a do Brasil tão legal quanto as outras, mas fiquei feliz em ver que também contribuíram com as doações pro parque :3
      Foi super difícil escolher, tinha vários vestidos lindos! Mas achei esse mais o meu estilo :3
      Beijos~

      Excluir

Tecnologia do Blogger.